Santiago Achával e Roberto Cipresso

Matervini

Matervini é o novo empreendimento de Santiago Achával e Roberto Cipresso

Nasceu em 2008 com uma grande inquietude, “o que vem depois do Malbec?”. Nossa resposta foi: “Mais Malbec!, de diversos lugares, com caráter diferente”. Matervini demonstra como partindo de uma mesma variedade, uvas de diversos terroirs produzem vinhos com caráter absolutamente diferente. É um caminho que vai desde solos tradicionais a outros inexplorados, dos mais jovens aos mais antigos e não aluviais — como os da Pré-cordilheira—.  Matervini é a busca do desconhecido, do novo no antigo.

É um percurso que começa com um vinho feito em solos tradicionais mendocinos do Valle de Uco, que dão ao visitante a oportunidade de provar os sabores e a personalidade de um terroir clássico e tradicional. Este é o ponto de partida para dali passar aos terroirs de aventura e descobrimento: Valle de Canota em Mendoza; Valles Calchaquíes em Salta, na metade do caminho entre Cafayate e Molinos; Yacochuya, em Cafayate e por último, voltando em direção a Mendoza, Piedras Viejas, na zona de El Challao, Las Heras, o primeiro vinhedo mendocino em uma encosta íngreme, com densidade de plantio de até 13 mil plantas por hectare, cultivadas a mais de 1.600 metros de altura e com uma enorme diversidade geológica em uma área tão pequena: solos de pedra calcária de 40 milhões de anos de antiguidade, outro calcário de 450 milhões de anos de antiguidade e um terceiro, de basalto negro fraturado e intemperizado. Tudo em menos de 20 hectares, em plena Pré-cordilheira.

Esta viagem “tensa de tanta mudança, intensa de tanta personalidade, cativante de tanta emoção”, segundo palavras de Achával, termina no terroir da Mendoza tradicional: um vinho de Perdriel, Malbec da vinha antiga plantada em 1938. “Serenidade para culminar o percurso e elegância para não esquecer jamais que a Argentina estará fazendo vinho há cinco séculos porém só agora nasce para o mundo com uma diversidade de solos e sabores que apenas começam a ser explorados”.

Aqui, neste último solo, ergue-se o edifício onde são elaborados seis vinhos de uma mesma intensidade e diferentes geologias. A vinícola conta com uma produção anual de 40.000 garrafas, contando todos os rótulos.

Winemakers

Nossa Equipe

Paixão pelo que fazemos

Inspiração

Mercedes Palacio de Achával. A esposa de Santiago tem um papel especial. Ela foi o espírito de inspiração, o ímpeto para a fundação e o apoio indispensável para a concretização.

Os vinhos são feitos no vinhedo

Juan Pablo Calandria. Engenheiro Agrônomo encarregado dos vinhedos. Matervini comunga ferventemente com a consigna de que os vinhos são feitos no vinhedo. Portanto, Juan Pablo os faz e Santiago e Roberto os cuidam até que possam entrar na garrafa...

Difícil saber o que faríamos sem ela

Gabriela Lázaro. Operações e logística.  Ou seja, quase tudo.

Emissores da Mensagem

Franco Dionisi, Gustavo Biondo e Gonzalo Tapia. Hospitalidade e venda direta. Uma mensagem que não se transmite é uma mensagem que morre frustrada. Eles transmitem a mensagem da Matervini a todos os visitantes e em cada feira.

Comercial

Cristian Centurión. Encarregado da montagem da estrutura de vendas, o treinamento comercial e o projeto das estratégias de venda direta.

Matervini une dois mundos

Filosofia 100% sustentável

Matervini une dois mundos: o tradicional da vitivinicultura, e o moderno das práticas sustentáveis, tanto no vinhedo como na vinícola.
 Com a firme convicção de que não somente é importante o que se faz, mas também como se leva adiante, a Matervini devolve ao vinhedo a compostagem de todos os resíduos orgânicos.

Para isso, o inovador edifício de paredes coloridas, que se ergue na clássica zona de Perdriel, conta com mecanismos passivos e naturais que minimizam o uso de energia; possui painéis fotovoltaicos que geram toda a eletricidade que se consome ao longo do ano e painéis coletores solares que fornecem a energia térmica.

A sustentabilidade é parte fundamental da filosofia da empresa onde, com trabalho responsável, cuida-se do planeta e das futuras gerações, transformando-se assim na primeira vinícola em avançar tanto neste caminho.

Contato

Calle Cobos 2142, Perdriel, Luján de Cuyo,
Mendoza. Argentina

GPS 33° 03´ 29.97” S 68° 54´21.42” W.

Horários de visitação: de segunda a sábado, das 9:30, 11.30 e 15:00.

turismo@matervini.com

Franco Dionisi - fdionisi@matervini.com
+54 9 261 5616 691

Gonzalo Tapia - gtapia@matervini.com
+54 9 261 2182 666

Gustavo Biondo - gbiondo@matervini.com
+54 9 261 6168 279